John R., 13 anos

Antes de ingressar na IPStudio, que hoje considero como uma segunda casa, costumava a fazer desenhos com pouco desenvolvimento do “pensar”, não questionava aquilo que eu desenhava, tanto em questões técnicas, como em questões morais, ou seja, aquilo que transmito a partir do desenho. Entrei e saí muitas vezes, por questões acadêmicas, mas nunca me afastei de fato, pois somente aqui me ensinaram a aprender. Um lugar de gente capacitada e feliz.