Como Voltar a Desenhar ?

Hoje vou explicar como voltar a desenhar depois de estar parado há muito tempo.

Parar de praticar o desenho tem realmente um peso maior quanto mais tempo você ficar parado. Eu te parabenizo por ter força de vontade e decidir voltar a buscar o seu sonho de desenhar, seja persistente, e eu garanto que será bastante recompensador.

Use lápis HB ou H bem apontado, borracha Soft Pentel e folhas A4 ou ofício Layout comum. Essa borracha tem a vantagem de não machucar o papel e ser muito mais fácil de apagar. Não precisa gastar agora com blocos caros de desenho, pode usar folhas ofício mesmo, o importante é começar.

Escolha um bom local reservado para desenhar, bem iluminado de preferência onde você possa ficar sozinho, pode ser no seu quarto, no escritório. O importante é que não tenha ninguém para, você ter aquele momento só seu, sem interferências. Se não tiver como ter isso em casa, pegue uma prancheta e vá para um parque, mas o importante é que você esteja só. Comece com poucos momentos, você pode começar devagar, arrumando a mesa, organizando os materiais, para ir se acostumando e criando o hábito.

Não precisa começar fazendo logo um super desenho maravilhoso logo de início, não! Comece simples, copiando pequenos desenhos, até que a prática do desenho se torne um hábito. Com o tempo, as necessidades de mais técnicas e mais tempo irão surgindo, é natural !

Mas por onde começar ?

À medida que você vai desenhando, você percebe que precisa ficar muito tempo num determinado desenho. Então, tome o cuidado de não ficar em uma posição muito jogada, largado na cama, de qualquer jeito. Sente numa postura confortável, com a coluna reta, os braços bem apoiados, para que você se acostume a suportar muito tempo.

Depois, numa segunda etapa, quando você já está com o hábito de desenhar, preste mais atenção na forma de pegar o lápis, no posicionamento dos braços, relaxe a mão, aqueça os dedos e os pulsos de vez em quando. Respire profundamente pelo diafragma. Quando for precisar fazer um traço mais preciso, prenda um pouquinho a respiração para riscar, e solte o ar lentamente. Uma boa respiração também ajuda você a tolerar muito tempo na mesma atividade.

Tenha um alvo! Pense em um artista que você admira com um estilo que você gostaria de ser nesse momento. Se você gosta de quadrinhos, pegue um desenhista de HQ legal. Se você gosta de moda, um estilista. Se você gosta de arquitetura, um arquiteto. Ou um designer de automóveis. Ou um artista que faz o seu personagem preferido de mangá. Defina a meta”eu quero desenhar como ele!”.

Comece a copiar os desenhos dele, para ir gerando no seu campo mental uma experiência de imagens, que no momento posterior quando for desenvolver a criatividade, você vai acessar esse “banco de imagens” mental e poder juntar com a sua imaginação e assim criar os seus próprios desenhos, com a sua identidade.

No dia-a-dia, é importante que você tenha um caderninho de bolso sempre a mão com um lápis ou caneta para anotar suas idéias, podem ser escritas mesmo, não precisa ser desenhadas, para ficar registrado as idéias que podem surgir a qualquer momento. Se quiser, você pode colocar um desenhinho ao lado só para ilustrar, pode ser de palitinhos, para você poder consultar e se lembrar depois daquela grande idéia. Isso é muito útil para quando você estiver sem idéias do que desenhar, ao invés de ir procurar na internet, você volta no seu caderninho e escolhe algo dali para colocar em prática. Tendo em mãos um objetivo, fica muito mais fácil procurar as referências para atingir aquele objetivo.

Além disso, você pode criar uma pasta no seu computador para guardar um banco de imagens que você viu e gostou, ou do desenho, ou do estilo, ou até mesmo do conjunto de cores, e etc.

Comentários